cenif-quem-somosO CENIF, Centro Português de Investigação e Formação em Terapias Complementares é uma instituição dedicada à pesquisa e desenvolvimento do Ser, como um todo, através da formação, procurando a sabedoria das tradições e o caminho auxiliar para a cura, através das terapias complementares.

Onde quer que vás, vai com todo o coração!
Confucio

Na investigação procuramos compreender para unir, desvelando nas tradições de todo o mundo a raiz própria do nosso inconsciente colectivo. Pela compreensão, criamos caminhos de largos horizontes, caminhos iluminados. Um reflexo dos valores que nos animam são estas palavras do Professor Agostinho da Silva, no seu livro Considerações:

Reservemos para nós a tarefa de compreender e unir; busquemos em cada homem e em cada povo e em cada crença não o que nela existe de adverso, para que se levantem as barreiras, mas o que existe de comum e de abordável, para que se lancem as estradas da paz; empreguemos toda a nossa energia em estabelecer um mútuo entendimento; ponhamos de lado todo o instinto de particularismo e de luta, alarguemos a todos a nossa simpatia. Reflitamos em que são diferentes os caminhos que toma cada um para seguir em busca da verdade, em que muitas vezes só um antagonismo de nomes esconde um acordo real. Surja à luz a íntima corrente tanta vez soterrada e nela nos banhemos. Aprendamos a chamar irmão ao nosso irmão e façamos apelo ao nosso maior esforço para que se não quebre a atitude fraternal, para que se não perca o dom de amor, para que se não cerre o coração à mais perfeita voz que nos chama e solicita.

Como escola queremos, acima de tudo, partilhar o saber fazer, o saber Ser. Acreditamos que só numa partilha verdadeira e interessada podemos acompanhar e ajudar a crescer aqueles que realizam connosco um percurso de formação. Do mesmo Professor Agostinho da Silva, temos o caminho que ilustra a nossa acção:

O grande educador não pensa na escola pela escola, como o grande artista não aceita a arte pela arte; é incapaz de se encerrar na relativa estreiteza de uma vida de ensino; a escola, de tudo o que lhe oferecia o universo, é apenas o ponto a que dedicou maior interesse; mas é-lhe impossível furtar-se a mais larga actividade. De outro modo: trabalha com ideias gerais; não dirá que esta escola é o seu mundo, mas que esta escola é parte indispensável do seu mundo. E quererá também que toda a oficina passe a ser uma escola; que haja o trabalho proporcionado e alegre, amorosamente feito, porque se sabe necessário ao progresso, levado a cabo numa atitude de artista e de voluntário, disciplinado remador na jangada comum; que se não esmaguem as faculdades superiores do operário sob o peso e a monotonia de tarefas sem interesse e sem vida; que se faça a clara distinção entre o homem e a máquina; que, finalmente, se ajude o trabalhador a encontrar na sua ocupação, em todas as ideias que a cercam e a condicionam ou que ela própria provoca, o Bem Supremo da sua vida e da vida dos outros.

Estas palavras são um pouco da nossa alma, dos conceitos que nos regem e através dos quais construímos a nossa Missão e Valores. Esta instituição concretizada em Janeiro de 2012, fruto do nosso trabalho desde 2010. Para crescer, há que Ser, há que percorrer todo um caminho pleno.

Membros fundadores

Sílvia Oliveira e João Magalhães