O bambu é uma planta de folha perene da família das gramíneas. Existem milhares de espécies em todo o mundo, mas pensa-se que a sua origem é asiática.
O seu tempo de crescimento lento ensina-nos que é necessário ser paciente e persistente para que as mudanças desejadas surjam. Cresce subterraneamente e, durante cerca de quatro anos, a semente forma raízes, que se estendem vertical e horizontalmente pela terra. Estas raízes são tão fortes e profundas, que lhe permitem lutar contra todas as intempéries sem se quebrar ou desprender.
Ao final do 5º ano, começa a atingir uma altura de cerca de 25 metros. O seu tamanho permite-lhe tocar o céu!
No Japão, o bambu representa Buda e é visto como uma planta que traz sorte e felicidade.
No mundo inteiro, esta planta foi assumindo diversas simbologias e finalidades:
práticas (como o uso no mobiliário e construções) e espirituais (crescimento interior, nobreza de pensamento e ações…).
No âmbito espiritual, o Reiki adotou o bambu como símbolo. Este, pelas suas características simples, mas cheias de conteúdo, pode ser representativo da energia universal.
Ele é bastante flexível, mas extremamente forte. Assim é um verdadeiro reikiano.
Flexível para poder pensar, ouvir e mudar, renovando permanentemente o seu Ser; forte, porque a energia Reiki o ajudou a tornar-se mais resistente.
Por outro lado, o bambu é composto de nós, que simbolizam os caminhos, os estágios por que cada um de nós tem de passar para evoluir. Entre estes nós, ele é oco, vazio, podendo, por isso, ser visto como um canal por onde passa a energia. Deste modo, ser oco é estar pronto para se encher de energia. Precisamos esvaziar-nos de tudo o que é prescindível, que nos tira o tempo, a paz e nos impede de avançar e ser felizes.
Tal como o bambu, o ser humano necessita de estar bem enraizado e ser dotado de grande profundidade para estar agarrado ao chão, bem como de muita audácia e confiança para chegar às alturas.

Só por Hoje,
Sou Calmo,
como as folhas do bambu que dançam suaves no vento
Confio,
que, através da flexibilidade, chegarei mais alto
Sou Grato,
pelas mudanças que já surgiram nos nós do meu caminho
Trabalho Arduamente,
para aprofundar a cada dia as minhas raízes,
Sou Bondoso
porque me curvo nas horas de tempestade.