No passado domingo 12 de Maio,  tivemos mais um Hospital de Reiki, desta vez em Pico de Regalados, Vila Verde, uma iniciativa promovida pelo Serviço de Acção Social do Município de Vila Verde.

Este foi um evento promovido pelo Núcleo Local de Inserção de Vila Verde em parceria com o Município de Vila Verde, Juntas de Freguesia e Centro Português de Investigação e Formação em Terapias Complementares (CENIF).

E durante cerca de 2 horas fizemos Reiki a cerca de 30 pessoas! Muito obrigado a todos os voluntários deste lindo projeto.

Aqui ficam alguns testemunhos de voluntários:

“Foi o meu primeiro Hospital do dia. Surpreendeu-me muito porque não estava à espera de tanta gente. As pessoas gostaram muito desta experiência, até porque para alguns foi a primeira vez e esperaram pacientemente até chegou a vez deles. Fiquei impressionada com a dedicação dos colegas voluntários experientes do hospital de Reiki. Darem o seu tempo livre para as pessoas conhecerem o Reiki e precisamente por causa disto eu gosto ser voluntária há muitos anos. Um grande beijo e obrigado para eu poder fazer parte deste projeto lindo e exemplar.”Ursula Martins

“Como sempre, participar no HRI foi uma experiência agradável! Fomos muito bem acolhidos pelo Presidente da Junta de Freguesia, o espaço era bem tranquilo e as pessoas que nos procuraram para receber reiki foram bastante receptivas! E até o Super Reikinho pôde entrar em ação com um menino muito querido e especial!! Os voluntários foram incansávéis e amorosos, como já é seu hábito!!”Marta Silva

“Fazer hospital de reiki enche o meu coração. E este não foi excepção. Fomos muito bem acolhidos por todos, todos nos receberam de coração aberto. É muito bom ver como pessoas que ouviram falar de reiki pela primeira vez, saem com um sorriso enorme. É bom ver e sentir o que o reiki faz. A equipa de voluntários também foi incansável, recebendo e clarificando todos os que nos abordavam. Nestes dias venho sempre de alma e coração cheio.”Carla Pimenta

“O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê…” Platão”

“É isso, sempre que estou no hospital de reiki, é uma alegria enorme sentir os voluntários que se disponibilizado para mais um dia de partilha de doação sempre com um sorriso na boca e amor no coração. Sem eles o barco não andaria. E depois é ver todos aqueles que se levantam da marquesas, com um olhar de serenidade, alguns com uma lágrima no olho, ouvir aquelas palavras de agradecimento e sentir uma paz interior em cada rosto. E no fim sei que recebi mais do que dei.” Carlos Dias