No mês de julho dei início ao meu estágio de Reiki do Nível 3. Como gosto muito de animais e quero poder ajudá-los, decidi fazer o meu estágio no CRO de Guimarães, o que me alertou ainda mais para o mundo onde vivemos.

    Sempre soube que este mundo tem muitas pessoas que abandonam os seus animais, ou por quererem ir de férias, ou por mudarem de casa, ou por terem fêmeas e estas ficarem grávidas, ou porque o seu animal não é sociável, ou por motivos de doença quer do animal quer do tutor…….. inúmeros “ou”…….. que podem ser mudados!

     Existem várias formas para evitar o abandono. Um exemplo é, treinar os seus patudos para serem mais sociáveis e assim poder evitar o abandono por ele se pegar com outros animais, evitar o abandono por ir de férias e não ter quem possa ir lhe dar de comer e passear por causa de ele não ser sociável com as pessoas.

Outro exemplo é, deixar o seu fiel amigo num Hotel especializado para animais de estimação quando vai estar fora por uns tempos.

Cada vez existem mais soluções para evitar o abandono, basta parar para pensar e tomar uma boa decisão, quer para si como para o seu animal.

Antes de ter um animal em casa, pense bem no que lhe pode ou não dar.

   Não sou ninguém para dar conselhos de como tratarem os animais, eu pessoalmente adoro todos os patudinhosmas não posso ter nenhum em casa, talvez por isso tenha escolhido o canil para com o Reiki ajudar a amenizar um pouco os medos, a tristeza, as feridas físicas e psicológicas daqueles que foram abandonados ou deixados lá ficar.

Tem sido um trabalho duro, ver animais feridos e amedrontados, olhar para aqueles seres indefesos que tanto têm para contar deixa-me de coração partido. Mas ao mesmo tempo saio de lá com o coração cheio de amor, porque em troca do Reiki, eles dão-nos o melhor que sabem dar, o seu amor puro e doce.

É muito bom chegar lá e ser recebida com as patinhas em cima de mim, vê-los a deitarem-se e a relaxar quando sentem a energia a fluir, ver a sua evolução de uma semana para a outra. E é tão bom, ir esta semana e não encontrar alguns animais que estavam na semana passada, é sinal de que encontraram um lar para morar, e tudo que desejo é que lá haja amor.

    Os animais não falam por palavras, mas comunicam com expressões corporais, e se toda a gente compreender isso, será muito mais fácil lidar com o seu animal em casa, será mais fácil adotar um animal que esteja dentro do seu critério e assim evitar que seja devolvido ao canil por não ser aquilo que esperava.

    Apesar de lidar com a triste realidade do abandono, estou muito feliz com o meu estágio, porque sei que a Terapia Reiki leva uma luz de alegria, calma, segurança e amor aqueles patudos. Sei que o pouco que lhes dou faz toda a diferença, e também sei que eles adoram receber Reiki, mimos e brincadeiras.

Com isto despeço-me do meu estágio, agora continuo no CRO mas a fazer voluntariado de Reiki porque sei que é lá que precisam de mim!

Algumas imagens do meu estágio no CRO de Guimarães com estes Patudos lindos e cheios de amor para dar a quem os adotar……….claro, responsavelmente!

Diana Novais