Ontem, comemorando o Dia Internacional do Reiki, participei num Workshop organizado por Fátima Cunha Velho na Adoromimos – Associação de Defesa e Protecção Animal Onde apesar de já ter experienciado a aplicação de Reiki nos meus gatos, nunca tinha sentido tanta aceitação da energia como senti ontem. Talvez pela grande necessidade que lá encontrei, pois os animais que estão em canil/gatil são animais que sofreram maus-tratos, ou foram abandonados. Estão traumatizados, alguns ainda com medo da aproximação dos humanos. Encontram-se com uma elevada carência de afecto, atenção, que por mais que os voluntários (sim, voluntários que também têm família, trabalho ou estudam) se esforcem tentando dar um pouco de tudo isso a todos, não é fácil pois todo o trabalho necessário como a limpeza, organização, logística para manterem as condições mínimas de saúde, bem-estar e nutrição a todos os animais que acolhem, exige uma grande disponibilidade de todos, que se fossem mais, seria mais fácil pois o trabalho seria mais distribuído por todos.
Mas afinal o que é o Reiki em animais? O Reiki funciona como terapia complementar, não substituindo os cuidados médicos veterinários, em caso de doença ou da sua prevenção. No entanto, promove o bem-estar físico (alivio da dor e tensão muscular/cicatrização e recuperação de lesões/fortalece o sistema imunológico) e emocional (diminui o stress/medos/traumas/descompensação e desequilíbrio emocional). A energia Reiki é transmitida através da imposição das mãos, com ou sem toque físico, recorrendo ou não à mentalização de símbolos de Reiki dependendo da intenção que se pretende. Aqui, com os “nossos animais” a intenção clara é promover o alívio da sua dor, emocional e física, e que a energia flua e contribua para que apareça um tutor que o adopte e principalmente cuide dele com todo o Amor que ele merece!
Aproveitando esta publicação, deixo o apelo a quem puder ajudar, seja com o que for (energia, disponibilidade, alimentos, materiais de construção…), contactem as associações e procurem saber o que precisam mais, pois precisam sempre e de certeza de alguma coisa! Podemos sempre ajudar, nem que seja, com algum do nosso tempo, levando um cão a passear  Ele será eternamente grato! Sim, os animais mostram essa gratidão, de coração! Não acredita? Veja as imagens…

Susana Saavedra