Na formação de Gokukaiden, nível de mestre de Reiki, foi pedido aos alunos para escreverem os 5 princípios perante a situação atual. Como podem os 5 princípios ajudar-nos nestes dias?

Este é o trabalho do Diogo!

SÓ POR HOJE, SOU CALMO:

É extremamente importante criar uma rotina de calma, paz e tranquilidade todos os dias da nossa vida e da nossa realidade atual, a quarentena. Uma rotina de esperança, fé e resiliência em que a cura para o Covid-19 aparecerá o mais rápido possível através das mãos dos nossos cientistas, médicos farmacêuticos e enfermeiros.

Devemos criar hábitos de amor, paz e união no seio da nossa família, de comunhão com a natureza e com os animais. Estabelecer hábitos alimentares saudáveis, exercício físico e meditação para reforçar o nosso sistema imunitário.

SÓ POR HOJE, CONFIO:

O ato de confiar é para mim o princípio de reiki mais importante. Confiar na vida, confiar em nós, nos outros, nos profissionais de saúde, nas pessoas que buscam uma resolução para uma doença que é-nos totalmente desconhecida.

Confiar em algo superior que nos governa, confiar no Divino, no Universo, confiar em nós, meditar, confiar nas nossas reflexões e nas nossas próprias curas. Confiar é o principio mais ativo dos cinco princípios, é um ato de coragem, de resiliência e de paciência.

SÓ POR HOJE, SOU GRATO:

Devemos agradecer pelo fato de termos a nossa família unida, bem de saúde, tranquila, perto de nós, em segurança. Agradecer pela mãe natureza, pelos animais, pelo silêncio, pelos sons, pela nossa voz interior e pelas nossas introspeções.

É tempo de refletir sobre a vida, sobre a humanidade, sobre a nossa missão de vida, sobre questões humanitárias e existenciais. É tempo de ouvir com atenção, amor e responsabilidade. É tempo para criar pontes entre nós, invés de muros altos e sem ouvidos. É tempo de ouvir o silêncio, os pássaros, de estar unido em família, de estar sozinho e de ir para dentro.

SÓ POR HOJE, TRABALHO HONESTAMENTE:

É o momento para refletirmos profundamente, sobre o século XXI, sobre o excesso de trabalho, sobre o stress, sobre a família, sobre o vazio e sobre o burnout. É o momento de observar a família, a união, os filhos, os valores, as nossas raízes e a natureza. A viagem é para dentro de cada um de nós.

É o momento de começarmos a fazer um trabalho interior, dentro de nós, para nós e só depois vem os outros. É o momento de nos reconstruirmos, das nossas próprias batalhas, para enfrentarmos um novo mundo mais pacifico.

SÓ POR HOJE, SOU BONDOSO:

A bondade habita o nosso peito e floresce através dos nossos atos. Ser bondoso é ser- se humano. Neste momento, devemos ser bondosos connosco, com os nossos familiares, amigos e pacientes perguntando como estão, tentar combater o isolamento de algumas pessoas principalmente os mais idosos.

Devemos criar na sociedade uma conduta mais solidária e mais humanitária para que os menos desfavorecidos possam ser ajudados, ouvidos e aconselhados não só em quarentena, mas em todos os dias das suas vidas.