No passado dia 23, a Elisa Chuang, Supervisora da BLIA, esteve no CENIF Amadora para partilhar uma aula muito especial sobre Causas e Efeitos, O Caminho da Génese Condicionada, baseado no livro O Caminho para a Iluminação, do Venerável Mestre Hsing Yun.

A Elisa ainda partilha connosco uma reflexão sobre a Génese Condicionada e a Vida Humana.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Génese Condicionada e a Vida Humana

A génese condicionada mostra‑nos a relação entre o surgimento, a existência, a mudança e o fim dos fenómenos, assim como a origem do sofrimento humano.

Sempre que ignoramos esta realidade, e nos apegamos à ilusão da permanência, causamos sofrimento a nós próprios.

Por contraste, quando estamos conscientes das forças que afetam o mundo fenomenal preparamo‑nos para lidar com elas de forma positiva e produtiva.

Quando compreendemos que muitos provêm de um só e que todas as condições têm uma causa, sabemos como produzir boas condições nas nossas próprias vidas e no mundo.

Uma verdadeira compreensão da génese condicionada também nos proporcionará alegria, uma vez que nos ensina que o futuro está nas nossas mãos.

As condições e os efeitos futuros dependem das sementes causais que plantarmos hoje.

A libertação é alcançada através da prática e da compreensão desta verdade, para benefício de nós próprios e de todos os seres sencientes.

Por conseguinte, a génese condicionada fortalece a mente porque nos ensina a determinar o que é mais valioso na vida e como transformar as circunstâncias negativas em positivas.

Como a génese condicionada demonstra que nada no mundo é permanente, podemos aprender a compreender que todos os fenómenos são condicionados por outros fenómenos e que todos eles dependem do vazio.

Nada tem uma existência substancial, incluindo nós.

Também nós somos vazios.

A compreensão clara desta verdade leva a uma realidade que está para lá da ganância, da ira, da ignorância, do apego, do sofrimento e de todas as ilusões de dualidade.

Se pudermos canalizar a energia que despendemos a causar danos para a realização de ações saudáveis, se pudermos manter a determinação quando surgirem problemas, e se pudermos fazer o que é certo e não o que é fácil, um dia colheremos os frutos do nosso trabalho.

Se pudermos canalizar a energia que despendemos a causar danos para a realização de ações saudáveis, se pudermos manter a determinação quando surgirem problemas, e se pudermos fazer o que é certo e não o que é fácil, um dia colheremos os frutos do nosso trabalho.

A génese condicionada dá‑nos esperança, uma vez que nos mostra como compreendermos o sentido mais profundo da vida.

O Sutra do Caule de Arroz diz‑nos que «contemplar a génese condicionada é contemplar o dharma. Contemplar o dharma é contemplar Buda».